Cenas Vol. 26: O Gangue do Bairro

No mais recente vídeo de cenas aleatórias, dou destaque a um final de tarde em que me perdi nas imediações de um bairro manhoso e fui interpelado por seis tipos de ar ameaçador. Pronto, eram dois mas tinham cara de muito perigosos.

Passeando com Sara: Norte ou Sul?

Este passeio sem destino pré-estabelecido levou-nos a evitar multidões em Ponte de Lima, almoçar cachorros-quentes em Ponte da Barca, tomar café em Braga e comprar uma palette de Frize Limão no Mini Preço de Esposende. Pelo meio, muito comentário jocoso, bastante snowflaking na estrada e, para não destoar dos outros passeios com a Sara, muitas queixas de dor no “trazeire”. A ver, pois então.

Cenas Vol. 25: Eu?!

Neste vídeo de cenas aleatórias dou especial relevo à interação com cidadãos séniores que conduzem viaturas. Embora não considere estes espécimes em particular como especialmente perigosos para a segurança rodoviária, a verdade é que a sua lentidão, falta de reflexos e de acuidade visual são coisas que aborrecem bastante. A juntar a estes predicados, ainda há o síndrome do condutor de longa data, aquele que “já tem carta há quase 50 anos”, e que por isso não tem dúvidas e raramente se engana a respeito do Código da Estrada.

Humildade

O meu último vídeo serve para partilhar convosco, minhas queridas leguminosas, as agruras da fama. Ser uma celebridade do YouTube tem consequências que podem ser muito prejudiciais para quem não estiver apto a lidar com a exposição mediática. Uma dessas consequências é o constante assédio por parte dos fãs, em especial daqueles que cometem a ousadia de nos ligar diretamente. Às vezes pergunto-me para que preciso de assessores, quando na minha infinita bondade dou o meu contacto a certas pessoas. Depois abusam e é o que se vê. Para quem tiver chatices com a fama, este vídeo também ensina a lidar com os admiradores de forma elegante e com classe, embora haja qualidades que não se aprendem. Já vêm do berço.
P.S.: também falo dos próximos vídeos na calha, mas isso é apenas um fait-divers.

Uma sequência de improbabilidades

Mig76 manda encostar um surpreendido Muarcos

Portanto, no essencial, a história é esta: a setenta quilómetros de casa encontro acidentalmente o Muarcos* (ainda não o conhecia pessoalmente, mas identifiquei-o à primeira vista), o Muarcos filma-me nesse preciso momento (e à Sara) também acidentalmente, e por causa desta sequência de improbabilidades eis que descubro que a chave da top-case ia pendurada na respetiva fechadura (o que em si mesmo não é um acontecimento assim tão improvável, na medida em que tal acontece com alguma frequência).
E sim, a Sara calça o 43 e tem por hábito dormir de pé.

*visitem e subscrevam o canal do Muarcos, vão ver que sobram razões para o fazer.

Cenas Vol. 24: O Intelecto dos Penedos

Nesta nova compilação de cenas aleatórias dedico-me ao estudo aprofundado da composição minerológica dos penedos com quem partilho a estrada.
Desde o pedregulho com olhos até ao tijolo-burro provido de meio cérebro asino, a riqueza e diversidade das espécies deslumbram qualquer estudioso destas mutações darwinianas. Claro que não faltam os calhaus com telemóveis, esses expoentes máximos da cadeia alimentar urbana, cuja espécie prolifera exponencialmente graças à inoperância dos polí… *cof cof* predadores.
Todavia, a verdadeira revolução científica no canal do Mig surge a abrir o vídeo, na estreia da Sara como filmadora, conferindo assim todo um refrescante (e por vezes irritante) ponto de vista aos vídeos do canal.

Acessórios novos

Apesar de gostar bastante do suporte de telemóvel em forma de “garra” com que me tenho desenrascado nos últimos tempos – que nunca me deixou ficar mal, não obstante ser baratinho -, sempre senti bastante insegurança ao olhar para baixo de modo a consultar direções de GPS no telemóvel, desviando os olhos da estrada, mesmo que por breves instantes. Por este motivo, decidi comprar uma barra de GPS para colocar o suporte de telemóvel num ponto mais central do campo de visão. Já que estava lançado nas compras de acessórios, escolhi também um novo suporte de telemóvel, feito integralmente em alumínio e com uma robustez bastante boa. Tudo por menos de 40€.
Para quem tiver interesse em saber mais acerca destes acessórios, partilho os respetivos links.

Barra GPS

Suporte telemóvel

Cenas Vol. 22: O Bom Gigante

Este vídeo de cenas aleatórias tem muito pouco discurso, um pouco ao estilo do mítico Royal Jordanian (sem querer morder-lhe os calcanhares).
Conta ainda com a presença do Twentynine Motovlogger, que veio a Viana do Castelo para afinar os preparativos de um passeio e almoço realizados no 1.º de maio e organizados pelo grupo do Facebook MotoridersPT. Infelizmente não o consegui entalar no Zimbório de Santa Luzia, mas oportunidades não faltarão.

A lição

Hoje cometi uma infração ao Código da Estrada nas barbas da PSP. Desconheço a sua gravidade, mas suponho que seja razovelmente grave. Não tenho por hábito cometê-las, portanto, que o tenha feito à vista da autoridade tem tanto de improvável como de picaresco. “Vive de acordo com o que defendes”, dir-me-iam. Bem tento. É difícil. Não estou isento de esqueletos no armário, como de resto já várias vezes afirmei.
Voltando à transgressão: deveria ter sido multado em conformidade. Logo. Ali mesmo. Ao invés, fui advertido verbalmente, numa atitude pedagógica que compreendo mas que muito me surpreendeu. No lugar daqueles dois agentes, não teria sido compassivo. Não perdoaria. Talvez por isso, agora, a frio, reduza aquele improvável encontro com o braço forte da Lei à decisão de ser ainda mais intransigente com os outros e comigo próprio na defesa do bem agir na estrada. 
Serviu-me de lição.